quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

























quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

respiro...

"Apagando a luz do quarto cada noite No escuro a respirar como um clarão"


segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Ontem ao luar


às vezes

basta uma brisa fresca

trazida por "gotas de luar"

a deslizar suave

pelos poros das estrelas

para serenar o calor

que sinto que se propaga

nas veias da noite



quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Azul


hoje os raios de sol beijaram as nuvens

e estas envergonhadas dissiparam-se

no azul claro do céu

sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Pensar...



... na orquídea que tem perfume de rosas...

quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Não digas nada!


  
Não: não digas nada! 
Supor o que dirá 
A tua boca velada 
É ouvi-lo já 

É ouvi-lo melhor 
Do que o dirias. 
O que és não vem à flor 
Das frases e dos dias. 

És melhor do que tu. 
Não digas nada: sê! 
Graça do corpo nu 
Que invisível se vê.

domingo, 31 de Janeiro de 2010

Psiu...



"Podes ficar aqui? Não vás embora,
precisarei de mais alguns minutos,
horas, dias, semanas, meses, anos,
eternidades para te esquecer..."

terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

À vezes basta...





... um simples beijo! 

quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Contornar

Contornos...



... que (quase) se sentem.

...

"O teu rosto dentro das minhas mãos.Os meus dedos sobre os teus lábios e a ternura, como horizonte, debaixo dos meus dedos. Os meus lábios a aproximarem-se dos teus lábios. Os teus olhos entreabertos, os teus olhos e os teus lábios a aproximarem-se dos meus lábios. A aproximarem-se dos teus lábios a aproximarem-se dos meus lábios, teus lábios.”

quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

sábado, 9 de Janeiro de 2010

das mãos



 e dos dedos que fazem soltar com o seu dedilhar deliciosas serenatas

abraço

quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Saúde!



Bom ano para todos!

Arquivo do blogue